Nitrogênio e abundância natural de 15N em agregados do solo no bioma Cerrado

Ciniro Costa Junior, Marisa de Cassia Piccolo, Plínio Barbosa de Camargo, Martial Michel Yoric Bernoux, Marcos Siqueira Neto

Resumen


O nitrogênio (N) pode ser considerado um dos elementos que possui uma das dinâmicas mais pronunciadas no sistema solo-planta-atmosfera. O objetivo do trabalho foi avaliar os teores de N, a abundância natural de δ15N e a agregação do solo em quatro usos da terra: pastagem (PA), plantio convencional (SPC), plantio direto (SPD) e Cerradão (CE). As áreas estão localizadas em Rio Verde (GO) em um Latossolo Vermelho distrófico argiloso. Foram coletadas seis amostras por área, nas camadas 0-5, 5-10 e 10-20 cm para determinação da quantidade de agregados estáveis em água (micro, macro e agregados > 2,00 mm), o diâmetro médio ponderado (DMP) e geométrico (DMG), além dos teores e estoques de N e análises isotópicas das abundâncias naturais de δ15N. A conversão do Cerrado em diferentes usos ocasionou mudanças negativas nos teores de N (0-5 e 5-10 cm) e na agregação do solo (exceto na PA). Entre os sistemas de manejo, o SPD apresentou o maior teor de N no solo e nas classes > 2,00 mm e macroagregados (0-5 cm). A agregação apresentou correlação com os teores de N, enquanto as análises isotópicas de δ15N nas amostras das áreas de CE e PA indicaram maior sensibilidade do N nos agregados > 2,00 mm e macroagregados, significando que a preservação dessas classes pode levar a aumento nos teores de N no solo.

Palabras clave


Agregação do solo; sistemas de manejo; matéria orgânica do solo; composição isotópica

Texto completo: PDF (Português (Brasil))

Creative Commons License
Este trabajo está licenciado bajo la licencia Creative Commons Attribution 3.0 .

Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores