Número fracionário: estudo histórico, epistemológico e da transposição didática

Regiane Arantes de Castro, Nanci de Oliveira

Resumen


O conceito de número fracionário é bastante complexo do ponto de vista matemático e gera, por isso, uma série de dificuldades no processo de ensino e aprendizagem. Sendo assim, através desta pesquisa, fundamentada em teorias da Educação Matemática, buscou-se compreender melhor o conceito de números fracionários. Foi feito um estudo histórico e epistemológico das frações para levantar a gênese e a evolução deste conceito. Foi feita a análise de alguns livros didáticos e aplicado um questionário a professores voluntários para verificar como é feita a transposição didática e quais são as concepções dos professores. Pode-se compreender que o número fracionário surgiu através de uma necessidade dos egípcios, na medição de terras às margens do rio Nilo, e que essas medidas geralmente não eram inteiras. De acordo com a pesquisa, os livros, em sua maioria, não fazem referências ao surgimento das frações. Além disso, exploram muitas situações com receitas, divisão de pizza e chocolate, bem como figuras geométricas. Segundo os professores, o ensino e aprendizagem das frações não é difícil, o que foi uma surpresa, pois isso contradiz os estudos realizados por pesquisadores. Para esses professores, a maior dificuldade dos alunos sobre as frações é fazer a relação do conceito com as operações matemáticas. Com os resultados desta pesquisa é possível promover um ensino mais significativo do conceito de número fracionário, pois oferece a oportunidade de professores e alunos compreenderem melhor os números fracionários, fazendo aplicações deste conhecimento, na escola e na vida.


Palabras clave


Número fracionário, estudo histórico, epistemologia, transposição didática.



Creative Commons License
Este trabajo está licenciado bajo la licencia Creative Commons Attribution 3.0 .

Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores