Sistemas de auto-aprendizagem: um estudo sobre os impactos na relação aluno – instituição de ensino

Lucas Marques Lusvarghi, Cristiane Betanho, Yaeko Ozaki

Resumo


Dados os novos imperativos estratégico-educacionais demandados pelo mercado, a instituição analisada implantou, no ano de 2007, uma metodologia de ensino com o intuito de desenvolver no corpo discente a auto-aprendizagem. Em 2008, essa metodologia foi substituída por outra, também direcionada ao desenvolvimento da auto-aprendizagem. Este trabalho foi desenvolvido a partir de pesquisas em bibliografia das áreas de metodologia científica, psicologia, educação, administração e legislação somadas a observações, entrevistas e questionários realizados com as pessoas envolvidas e apresenta resultados finais de Projeto de Iniciação Científica com o objetivo de analisar as metodologias supracitadas no âmbito da aprendizagem e da relação aluno-instituição de ensino, de forma a contribuir para possíveis melhorias no sistema. Observa-se no estudo de caso uma relação de resistência a novas metodologias devido à questão cultural, concluindo com sugestões de melhorias para a minimização desse problema, de forma a melhorar os resultados das novas metodologias e indicando temas para os pesquisadores que se interessarem pelo tema.


Palavras-chave


aprendizagem; auto-aprendizagem; tecnologias de ensino;

Texto completo: PDF

Licença Creative Commons
Essa revista da Anhanguera Educacional Ltda. é licenciado sob uma
Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores