Análise do sinal mioelétrico após aplicação de diferentes estímulos

Fernando Henrique Honda Pastrello, Karina de Arruda Groff

Resumo


Este estudo teve como objetivo verificar as variações da Força muscular através da análise da envoltória do sinal
eletromiográfico do músculo bíceps braquial em resposta a aplicação de diferentes estímulos - verbal (VE), visual (VI), verbal+visual
(VE+VI) e sem estímulo (SE). Para tanto foram selecionados 15 voluntários do sexo masculino, com idades variando entre 18 e 22
anos, sem história pregressa de disfunções ósteo-mio-articulares.
O sinal foi coletado no membro não dominante, com o voluntário na posição ortostática, com o braço posicionado ao
longo do tronco, cotovelo a 90º e antebraço supinado e apoiado. A estatística constou de análise exploratória (Shapiro-Wilk) e
teste de Fridman ao nível de 5%.
Quanto aos resultados obtidos, observou-se que houve aumento na Envoltória e na Célula de Carga do sinal mioelétrico
da cabeça longa do músculo bíceps braquial e, do manguito desse mesmo músculo quando aplicados os estímulos VI+VE e VI.

Palavras-chave


contração isométrica; estímulos; eletromiografia; força muscular; envoltória do sinal mio elétrico.

Texto completo: PDF

Licença Creative Commons
Essa revista da Anhanguera Educacional Ltda. é licenciado sob uma
Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores