Fusões, aquisições e incorporações no Brasil: quais as consequências para seus stakeholders?

Agnaldo Ferraz Junior, Marta Regina Garcia Cafeo

Resumo


Este artigo analisa as Fusões e aquisições, já que se tornaram importantes alternativas para algumas estratégias de negócios, adequando as empresas à atual conjuntura econômica e as mantendo ou as tornando competitivas para o mercado globalizado. Atualmente, com tantas empresas aderindo às fusões, incorporações e cisões esse tema tornou-se polêmico em diversos aspectos, sendo necessário conhecer quais são as consequências que essas estratégias de negócios trazem para seus stakeholders, principalmente para seus clientes; e saber quais são as suas vantagens e desvantagens. Haja vista, que essas operações podem fortalecer as empresas, desde que sejam bem planejadas, executadas e acompanhadas. Sendo necessária uma atenção especial para a criação de valor e não somente para os aspectos financeiros e econômicos, pois uma empresa não sobrevive sem os seus stakeholders. Este trabalho foi realizado através de pesquisa bibliográfica e pesquisa documental para conceituar e diferenciar fusões, incorporações e cisões; classificar fusões e aquisições; identificar quais são as sinergias esperadas de fusões e aquisições; apontar motivos e dificuldades nos processos de fusões e aquisições; e, identificar quais são as vantagens e as desvantagens dessas práticas.

Palavras-chave


Fusões; Incorporações; Aquisições; Cisões; Stakeholders.



Licença Creative Commons
Essa revista da Anhanguera Educacional Ltda. é licenciado sob uma
Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores